Você já comprou lâmpadas antes? É realmente tão diferente quando você está comprando LEDs? Sim!  Aqui está o que você precisa saber sobre a compra de LEDs.

É tudo sobre lumens, não watts.

No passado, você provavelmente se concentrou em potência quando estava comparando a intensidade de uma lâmpada. Como discutimos anteriormente , a potência realmente se refere à quantidade de energia elétrica que a lâmpada usa. Com LED, no entanto, você vai querer olhar para os lúmens, porque os watts realmente não lhe contarão muito sobre o brilho da lâmpada. O lúmen é a unidade de medição para o brilho de uma lâmpada. Exemplo: Uma lâmpada LED com 2600lm tem uma saída equivalente à de uma lâmpada incandescente de 150W. Também vale a pena notar, a lâmpada LED de 2.600 lúmen só consome 26W, fornecendo 83% de economia de energia em comparação com uma lâmpada de 150W - enquanto combina a saída do lúmen.

Escolha uma cor, qualquer cor

Inovações na indústria possibilitaram a escolha de uma lâmpada LED em quase qualquer cor. Se você ama o brilho quente e dourado de uma lâmpada incandescente, mas quer uma lâmpada mais econômica, escolha um LED de temperatura de cor amarela (2700 Kelvins). Algumas lâmpadas LED permitem até mesmo o ajuste de cores - para que você possa passar do amarelo quente para um branco neutro, ou mesmo o tom azul da iluminação fluorescente.

Seja mais esperto

As luzes LED custam mais, mas também duram mais do que as lâmpadas incandescentes tradicionais. No entanto, nem todas as lâmpadas LED são criadas iguais; então não caia na armadilha de escolher o mais barato por causa do preço da etiqueta - você poderia acabar com uma lâmpada que queima tão rapidamente quanto incandescente. Faça sua pesquisa e opte por marcas confiáveis, e espere pagar um pouco mais. Durante a vida útil da lâmpada, o custo será igual. Uma nota importante: Certifique-se de que sua lâmpada possui uma certificação do INMETRO. Esta certificação garante que tenha sido cuidadosamente testada quanto à segurança.

Atenção a dimerização

Nem todas as luzes LED são compatíveis com dimmers, portanto, se você planeja usar um, verifique na embalagem da sua lâmpada. Mesmo que uma lâmpada LED seja dimerizável, certifique-se de que seu dimmer também é compatível com LEDs, pois alguns reguladores dimmer só funcionam com tipos mais antigos de iluminação. Por exemplo, existem dimmers incandescentes que têm uma potência mínima e, como as lâmpadas LED são tão eficientes, elas ficam abaixo desse valor.

Conheça suas luminárias

Nem todas as luminárias são compatíveis com lâmpadas LED, o que as queimará rapidamente. E esqueça "tentativa e erro": algumas lâmpadas LED também podem sofrer danos irreparáveis ​​se instaladas ao tipo errado de luminárias. E, caso isso não seja complicado o suficiente, algumas lâmpadas são compatíveis, mas, do ponto de vista técnico, criam um faixo que não é adequado para o dispositivo. Perguntar para um especialista é sempre uma boa solução! 

EconomiaFundamentosIluminaçãoLed